A cantora Claudia Leitte, que está comemorando dez anos de carreira solo, desabafou sobre as especulações de rixa entre ela e Ivete Sangalo em entrevista à rádio Jovem Pan.

“O que fizeram entre mim e Ivete foi inadmissível. Inadmissível. Eu acho que sim (que fizeram a gente parecer inimiga). De alguma forma, hoje em dia, até penso: ‘foi legal’. Mas na verdade foi uma bosta", disse.

"Eu era uma menina, adolescente. Eu senti. É muito ruim você fazer isso com alguém. Hoje penso que de alguma forma me beneficiou porque amadureci, mas doeu. E não dá para fazer música com certas coisas. Doeu. Quando dói assim não dá para levar adiante”, desabafou Claudinha.

Teve muito desrespeito. Eu penso desta maneira. Hoje quando eu olho essa história, penso: de certa forma isso favoreceu a gente. Mas é ruim. A galera cria uma energia negativíssima em torno de uma situação que não existe e é ruim", afirmou a cantora à rádio.

 

Fonte: Noticias ao Minuto

Mais uma parceria da Anitta está encaminhada! Quem garante é a Claudia Leitte, que anunciou a colaboração com a colega em entrevista à coluna de Ricardo Feltrin, no UOL.

Claudia disse que enviou três músicas para Anitta escutar, e qualquer uma delas pode ser gravada.

“Eu tô louca pra fazer essa parceria e a gente já tá estudando umas três músicas, três opções. O problema é que a gente ainda não sabe qual vai gravar. Eu mandei uma primeira música pra Anitta e ela adorou. Aí eu mandei outra e ela também gostou. Depois, uma terceira…. e agora está em dúvida (risos).”

A parceria deve ser lançada no início de 2018 — quem sabe para o Carnaval?

Claudia e Anitta já cantaram juntas no programa “Música Boa Ao Vivo”, do Multishow, quando se apresentaram com “Baldin de Gelo”:

 

Fonte: PapelPop

Empolgada com o seu novo hit 'Badin de gelo', em ritmo de reggaeton, Claudia Leitte vem dando declarações que deixam parte dos seus fãs descontente.

Em recente entrevista ao G1, por exemplo, a cantora fez referência ao público LGBT de uma forma controversa e foi criticada pelo que foi considerado um reforço a estereótipos. "Eu amo o público gay e sou uma pessoa que tem necessidade de tê-los por perto, me cercando, porque eles são enérgicos, alegres, como meu público é. Então, eu não posso viver sem eles. Não posso fazer uma dissociação. Quando eu vejo a massa lá de cima, eu vejo gente feliz. E gay é feliz. Sou uma representante, e se quiserem me aceitar, sempre serei".

Na web, muitos internautas se manifestaram a respeito da fala da loira. "Que engraçado pq a gente pode viver de boa sem ela...", declarou um deles.

Outros relembraram uma antiga declaração de Claudia, de 2008, afirmando que não gostaria de ter um filho gay, por ver o preconceito que seus amigos sofrem. "Além disso, se muitos homossexuais ainda se dividem quanto à homossexualidade ser uma alteração genética ou de fato uma opção sexual, por que eu deveria afirmar no meio de uma brincadeira que gostaria que meu filho fosse gay?", escreveu a cantora em seu blog, na época, tentando explicar sua fala.

 

Fonte: Noticias Ao Minuto

A cantora Claudia Leitte foi uma das atrações principais da maratona de shows do Réveillon de Salvador, onde contou com a participação da funkeira Anitta no palco. Entretanto, foi nos bastidores que a loira chamou a atenção.

Durante a coletiva de imprensa sobre a apresentação do evento, a técnica do “The Voice Brasil” demonstrou irritação ao ser questionada sobre a polêmica envolvendo ela e a Lei Rouanet (Claudia terá que devolver R$ 1,2 milhão que captou para fazer shows).

“Não vou render mais esse assunto. […] Se vocês quiserem saber mais alguma coisa procurem minha assessoria de imprensa que está aqui”, disparou a loira. “Vamos falar de coisa positiva?”, emendou em seguida. Muita gente estranhou o comportamento da artista.

Recentemente, a Advocacia-Geral da União (AGU) emitiu parecer para que o Ministério da Cultura (MinC) reprove as contas apresentadas por Claudinha. Foram registrados problemas na prestação de contas das apresentações bancadas com recursos da Lei Rouanet. A equipe dela até tentou recorrer, mas não teve sucesso.

 

Fonte: Noticias Ao Minuto

Claudia Leitte vai mesmo ter de devolver uma pequena fortuna aos cofres públicos. Por ter contas reprovadas pelo Ministério da Cultura, a cantora de axé terá de reembolsar o erário em 1,2 milhão de reais, valor captado para uma série de shows realizados por ela em doze capitais do Norte, Nordeste e Centro-Oeste em 2013. O martelo foi batido pelo atual ministro da Cultura, Roberto Freire, depois de avaliar parecer da Advocacia Geral da União contrário à defesa de Claudia, e a decisão foi publicada no Diário Oficial da União do último dia 7. Segundo a AGU, não cabe mais recurso administrativo e, “caso o proponente não pague o valor devido, será aberta Tomada de Contas Especial (TCE)”. A boa notícia — ainda mais em tempos de crise — é que Claudia poderá parcelar o pagamento em até 12 vezes, desde que a parcela mínima seja de 1.000 reais. Os representantes da cantora não quiseram comentar.

” O órgão consultivo da Advocacia-Geral da União (AGU) junto ao Ministério da Cultura manifestou-se pela ratificação da reprovação do projeto, nos termos apresentados pela Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura do ministério, com a negativa de provimento do recurso interposto pela produtora que representa a cantora Cláudia Leitte. Não cabe mais recurso administrativo”, diz email enviado pela AGU a VEJA. “Com o recurso negado, o projeto referente a shows da cantora Claudia Leitte deverá recolher o valor determinado ao Fundo Nacional da Cultura (FNC) no prazo de 30 dias, a contar da publicação do despacho do ministro da Cultura no Diário Oficial da União, do dia 7 de dezembro de 2016. O valor poderá ser parcelado em até 12 vezes, sendo a parcela mínima de 1. 000 reais.”

No parecer técnico do MinC, constatou-se que não houve o cumprimento da “finalidade de democratização do acesso à cultura”, especialmente pela falta de comprovação da distribuição de 8,75% dos ingressos de forma gratuita e da venda de entradas a preços considerados populares. O recurso apresentado pela defesa dizia que houve distribuição de ingressos, o que configuraria democratização da cultura,  e que a maioria das entradas foi vendida a preço até inferior ao do projeto, de 35 reais. Para os advogados, proibir Claudia de captar pela Rouanet por três anos seria injusto, já que “não houve dano ao erário”.

A história

A cantora Claudia Leitte teve rejeitada a prestação de contas de um projeto de shows pelo Norte, Nordeste e Centro-Oeste, que havia sido autorizado a captar recursos via Lei Rouanet. A jurada do reality show The Voice Brasil, da Globo, pediu autorização para captar 6,5 milhões de reais para 12 shows em 2013, e recebeu aval para 5,88 milhões de reais, dos quais captou o valor agora cobrado – mais exatamente, o Ministério da Cultura (MinC) pede de volta 1,27 milhão de reais para ao Fundo Nacional da Cultura.

Os shows aconteceram entre maio e julho de 2013 em doze capitais: Rio Branco (AC), Macapá (AP), Belém(PA), Manaus (AM), Porto Velho (RO), Boa Vista (RR), Teresina (PI), João Pessoa (PB), São Luís (MA), Fortaleza (CE), Goiânia (GO) e Brasília (DF).

 

Fonte: MSN

Claudia Leitte ainda não conseguiu se entender com o Ministério da Cultura. Depois de ter suas contas reprovadas para captação de recursos na Lei Rouanet, agora foi a vez de a Advocacia-Geral da União (AGU) recomendar ao órgão que mantenha a decisão.

Segundo o jornal "Folha de S.Paulo", a AGU contesta os argumentos dos advogados da cantora, além de rejeitar a sugestão de converter a negativa em “aprovação com ressalvas”. Sendo assim, a loira teria que devolver cerca de R$ 1,2 milhão aos cofres públicos.

A defesa de Claudia não está satisfeita e alega que a turnê beneficiada pela Rouanet “acarretou na democratização do acesso à cultura” e, sem o financiamento, os shows só teriam ido a cidades ricas. O MinC, no entanto, diz que não há comprovação da doação de ingressos e suspeita de que tenham sido cobrados valores acima do determinado.

A decisão será do ministro Roberto Freire, da Cultura, que tem até o final de janeiro para publicar seu parecer sobre o assunto.

 

Fonte: MSN

O site norte-americano 'CelebrityNetWorth', especialista em informar estimativas dos ativos totais e atividades financeiras de celebridades, apontou o patrimônio líquido de algumas cantoras brasileiras.

A publicação mostrou o patrimônio líquido das maiores cantoras brasileiras da atualidade. Confira:

1º Ivete Sangalo - R$ 320 milhões

2º Daniela Mercury - R$ 96

3º Anitta - R$ 64 milhões

3º Claudia Leitte - R$ 64 milhões

 

Fonte: Noticias Ao Minuto

Mais uma polêmica pra conta da Claudia Leitte, hein? Desta vez, tudo começou no Twitter! Ao parabenizar a judoca Rafaela Silva, medalhista olímpica brasileira na Olimpíadas Rio 2016, a cantora publicou uma montagem onde, assim como a atleta, aparece com os braços abertos, durante sua apresentação na abertura da Copa do Mundo 2014. Foi o suficiente para os internautas não gostarem nada, nada da forma como a loira resolveu prestar a homenagem.

Os fãs da intérprete de "Corazón" estão tendo o maior trabalho para defender a ídola na web. É que tem muita gente acreditando que Claudinha não agiu da maneira correta ao comparar a emoção de ganhar uma medalha de ouro, com a de se apresentar acompanhada por outros ídolos internacionais. Vamos combinar, não é de hoje que a cantora é alvo de tretas pela internet, viu?

 

Fonte: MSN

O cachê de R$ 575 mil que Wesley Safadão receberia pelo show que realizou no último sábado (25) no São João de Caruaru, em Pernambuco, ainda está rendendo.

Receba nossa Newsletter


Para assinar nossa newsletter e você receber informações sobre as Promoções e novidades na Rádio RCN, basta digitar seu e-mail abaixo e pressionar o botão "Enter" do teclado.

 55 79 9 8141-3985

001artis.jpg