Neymar jogou calado na vitória por 3 a 0 do Paris Saint-Germain diante do Caen, na estreia do Campeonato Francês. Sem reclamações com o árbitro e com os marcadores, demonstrou tranquilidade. O craque também saiu ileso tendo sofrido apenas uma falta e sem ir ao chão insinuando dores, algo que lhe marcou negativamente na Copa do Mundo. Só que nem mesmo o gol marcado logo no início deixou em evidência uma atuação cheia de erros e pouca participação. No Parque dos Príncipes, a estrela principal foi o goleiro Buffon.

O veterano italiano foi apresentado aos torcedores do PSG minutos antes do jogo. Com muita festa, e ainda dificuldade de falar o idioma francês, comentou estar entusiasmado com a oportunidade e foi ovacionado. Durante o jogo, a cada toque na bola, aplausos eram ouvidos.

O cenário de apoio da torcida também foi vivido por Neymar. O brasileiro foi ovacionado após marcar o gol e bastante aplaudido ao ser substituído aos 35 minutos do segundo tempo. O problema foi o nível técnico da atuação, marcada por um posicionamento de centroavante e com pouca participação.

Entre os titulares do PSG, Neymar foi o jogador que menos toques deu na bola. Foram 51 no total, sendo que o líder no quesito foi Marquinhos, com 99 toques. Ser pouco acionado é uma característica da posicão de centroavante, mas o grande problema é que mesmo com a baixa participação, o camisa 10 foi quem mais perdeu a bola no time, com 24 no total.

Os erros de passes de Neymar também foram marcantes. O aproveitamento de 73% foi o pior do PSG entre os titulares.

O posicionamento do jogador é uma estratégia do treinador Thomas Tuchel para o início de temporada. A avaliação é de que o brasileiro está debilitado fisicamente e não pode atuar na posição de origem aberto pelo lado esquerdo do campo, local em que exige mais ações de mano a mano e, consequentemente, velocidade.

Sem o combate direto com o marcador, Neymar sofreu somente uma falta no jogo ao tentar um drible e levar um tapa involuntário. O lance ocorreu logo aos 7 minutos de jogo e levou ao chão com a mão no rosto, em cenário que lembrou criticas recebidas na Copa do Mundo. No entanto, a ação foi isolada, não sendo repetida outra vez durante o jogo.

No jogo, Neymar deu três finalizações, contabilizando a do gol de perna esquerda e uma falta na entrada da área cobrada para fora. A exibição, por conta dos erros e da baixa participação, é algo raro na carreira."O desafio dele é de sempre querer jogar melhor. Hoje ele demonstrou um entrosamento perfeito com a equipe, jogando fora de posição, uma inteligência incrível pra procurar os espaços. Então, a gente está feliz com esse retorno dele ao Parque, na frente dos nossos torcedores, de ser ovacionado, de marcar depois de algum tempo. A gente está feliz e espera que a gente possa dar esse suporte para ele melhorar a cada dia", comentou Thiago Silva após o jogo.

BUFFON

A idolatria a Buffon demonstrada foi o pano de fundo de uma boa atuação do goleiro. Sem cometer falhas, ainda se destacou com uma linda defesa evitando gol contra de Thiago Silva no primeiro tempo.O goleiro deu 13 toques na bola, sem errar nenhum passe e lançamento. A titularidade no PSG pareceu bem justificada, e comemorada mesmo sendo o francês Areola, campeão da Copa do Mundo, o camisa 1 da temporada passada.

"Tem uma energia peculiar aqui no Parque (dos Principes). Estou bem entusiasmado, empolgado em fazer uma bela temporada. Gostei da estreia e ainda tenho muito a melhorar", destacou o italiano. Com informações da Folhapress.

 

Fonte: Noticias Ao Minuto

O confronto mais aguardado das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa começa nesta quarta-feira, às 17h45 (de Brasília), no estádio Santiago Bernabéu, em Madri, com a primeira disputa direta pelo torneio entre dois candidatos ao título de melhor jogador do mundo. O português Cristiano Ronaldo e o Real Madrid encaram Neymar e o Paris Saint-Germain, que sonham com a conquista. A partida de volta, na França, será apenas em 6 de março.

O clube espanhol, dono de 12 títulos da competição, e o atacante português, escolhido cinco vezes melhor jogador do mundo, são os modelos de sucesso que inspiram o Paris Saint-Germain. O time francês investiu pesado para conquistar a Liga dos Campeões pela primeira vez e apostou em Neymar como o responsável para concretizar o projeto.

Contratação mais cara da história do futebol, o brasileiro aceitou o desafio de jogar na França por entender que, caso tenha sucesso, ficará mais perto de conquistar o prêmio de melhor do mundo, ganho cinco vezes pelo argentino Lionel Messi, antigo companheiro de Barcelona, e outras cinco por Cristiano Ronaldo.

O encontro com o Real Madrid é fundamental para as ambições particulares de Neymar de ser premiado pela Fifa. Se conseguir levar o Paris Saint-Germain adiante, terá eliminado da disputa da competição um dos mais fortes concorrentes e ganhador em quatro das últimas cinco edições.

"Neymar é uma pessoa que controla muito bem as emoções e sempre responde bem em campo. É uma pessoa muito boa, tem familiares e amigos perto e que o ajudam a crescer cada dia. Ele veio ao clube para nos ajudar a conseguir coisas grandes e este é o momento", resumiu o zagueiro Marquinhos, do Paris Saint-Germain, em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Será o primeiro encontro de Cristiano Ronaldo com Neymar no papel de protagonista. O brasileiro aceitou sair do Barcelona para não ficar mais à sombra de Messi e Luis Suárez e encara a primeira grande decisão depois de assumir esse status. A atuação dele será importante para o Paris Saint-Germain não passar pelo vexame vivido no ano passado diante de outro espanhol, o Barcelona, dentro desta mesma fase da competição.

Na ocasião, os franceses ganharam em casa por 4 a 0 e sucumbiram na partida de volta no histórico 6 a 1. Desta vez, a vantagem de ter o segundo jogo em casa é dos parisienses. Segundo o técnico do time, o espanhol Unai Emery, o vexame foi responsável por deixar a equipe mais forte. "A nossa preparação começou a partir daquele jogo. Estamos mais preparados agora", disse.

Se pelos números na temporada os dois protagonistas do confronto mostram equilíbrio, o desempenho dos times mostra uma superioridade dos franceses, que dominam o futebol local. Já o Real Madrid vive momento ruim, apesar das estatísticas favoráveis de Cristiano Ronaldo. O time está eliminado da Copa do Rei, tem 17 pontos de desvantagem para o líder Barcelona no Campeonato Espanhol e tem na Liga dos Campeões como a única chance de título na temporada.

O técnico do time, o francês Zinedine Zidane, negou estar sob pressão e evitou tratar as oitavas de final como um encontro das duas estrelas. "Falamos de dois grandes jogadores, mas é Real Madrid contra PSG, não é Cristiano contra Neymar. Não queremos ver um duelo entre os dois, mas sim das equipes". Com informações do Estadão Conteúdo.

 

Fonte: Noticias Ao Minuto

Zinedine Zidane está na mira do Paris Saint-Germain. Segundo publicou o jornal espanhol “Sport” nesta segunda-feira (22), o PSG entrou em contato com o treinador francês para falar sobre a possibilidade de contratá-lo ao fim da atual

A notícia deixa claro que Unai Emery não deve seguir no comando do time parisiense na próxima temporada. Ainda de acordo com o “Sport”, o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, quer colocar o clube num patamar ainda mais alto e por isso busca um “gestor” como Zidane.

Além disso, Emery não tem total controle sobre o vestiário. E por outro lado, a relação de Zidane com a diretoria do Real Madrid não é assim tão boa. O francês tem contrato com os espanhóis até 2020.

 

Fonte: Noticias Ao Minuto

 

Trezentos bilhões de euros, mais de 1,15 bilhão de reais. Muito? Não para o PSG. Este é o valor que o clube francês deve oferecer para tirar Cristiano Ronaldo do Real Madrid e colocá-lo no ataque parisiense, ao lado de Neymar e Mbappé, já que Cavani também deve entrar na negociação.

A informação do El Confidencial, jornal espanhol, mexeu com a imprensa europeia nesta sexta. A ideia é pagar o valor para ter o português, melhor do mundo na atualidade, por cinco anos.

Para isso, o PSG deve vender, emprestar e encerrar o contrato de alguns jogadores, entre eles o brasileiro Lucas Moura, e o argentino Pastore.

Nessa quinta, o jornalista Edu Aguirre, o El Chiringuito, havia noticiado que CR7 receberia três propostas em breve:

"Uma delas é muito vantajosa e pode chegar dentro de dias ao Real Madrid. O que se passar durante o próximo mês, mês e meio, será crucial para o futuro de Ronaldo. Se o Real Madrid não se apressar no próximo mês, será muito complicado voltar a ver Ronaldo com a camisa do clube", afirmou o jornalista.

 

Fonte: Noticias Ao Minuto

Neymar não treinou na última quinta-feira (2) e virou motivo de preocupação para o PSG. Mesmo com dores musculares na coxa esquerda ele participou das atividades com o elenco do clube da capital da França nesta sexta (3), mas não conseguiu se recuperar.

Portanto, Neymar não viajou com a delegação do PSG e não está à disposição do técnico Unai Emery na partida diante deste sábado (4), diante do Angers, às 17 horas (de Brasília), pelo Campeonato Francês.

Além dele, o brasileiro Marquinhos é baixa confirmada. O zagueiro está de licença porque sua filha Maria Eduarda nasceu na última quarta-feira (01).

TREINADOR

A relação entre Neymar e o treinador do PSG Unai Emery está se deteriorando, segundo o jornal "Le Parisien". A publicação francesa diz que o brasileiro já está farto do comandante espanhol, que também estaria perdendo o apoio dos outros brasileiros o elenco.

A gota d'água para a piora na relação foi a forma como Emery solucionou a disputa entre Cavani e Neymar pelas cobranças de pênalti, fazendo com que os dois as dividissem. De acordo com o jornal parisiense, o camisa 10 da seleção brasileira sente que Emery o trata como um jogador comum, e não como o principal astro do time.

Outro ponto que pesa na relação são os métodos táticos de Emery, que vem dificultando a adaptação do brasileiro. A pessoas próximas, na esfera privada, Neymar teria feito críticas contundentes ao treinador.

A insatisfação com Emery não se restringe a Neymar: a relação com outros brasileiros também não é boa. Daniel Alves, Thiago Silva e Lucas -o último não vem tendo oportunidades- também estão entre os descontentes com os métodos do espanhol. Com informações da Folhapress.

 

Fonte: Noticias Ao Minuto

Lucas Moura continuará no Paris Saint-Germain. Segundo informações do canal Esporte Interativo, o meia brasileiro, que chegou a ser envolvido numa negociação com o Monaco por Kylian Mbappé, decidiu permanecer no clube e quer brigar por espaço na equipe. Como ele tem contrato com o PSG até 2019, acabou ficando com o poder de decisão sobre uma possível saída.

A chegada de Neymar ao Paris animou Lucas, que vem trabalhando forte por uma vaguinha no time. O jogador está no clube desde janeiro de 2013, quando deixou o São Paulo.

 

Fonte: Noticias Ao Minuto

O último entrave para Neymar se tornar jogador do PSG está superado. Horas depois de a Liga Espanhola se negar a receber da cláusula de rescisão de 222 milhões de euros (R$ 821 milhões), os representantes do jogador e do clube francês fizeram o pagamento diretamente ao Barcelona.

Juan de Dios Crespo, o mesmo advogado especializado em direito esportivo que esteve na sede de LaLiga mais cedo, acompanhado de representantes de Neymar, foram ao Camp Nou para, enfim, liberar o atacante de seu contrato com a equipe catalã, liberando-o definitivamente para acertar com o PSG.

"Na tarde desta quinta-feira, os representantes legais de Neymar Jr. visitaram pessoalmente os escritórios do clube e fizeram o pagamento de 222 milhões de euros em nome do jogador com relação ao término unilateral do contrato que unia as duas partes", anunciaram os espanhóis.

"Assim sendo, o clube passará à Uefa os detalhes sobre a operação citada, assim eles podem determinar as responsabilidades disciplinares que podem surgir deste caso", acrescentou o Barcelona, em referência a possíveis problemas com o fair play financeiro da Uefa.

Na quarta-feira, Neymar comunicou sua saída ao Barcelona e já passou por exames médicos para acertar com o PSG. O atacante é esperado em Paris nesta quinta, para ser apresentado na sexta. Na França, receberá a camisa 10 que era de Javier Pastore.

Os principais argumentos para a La Liga não ter aceitado os 222 milhões de euros são a possibilidade de o PSG estar infringindo as normas de fair play financeiro da Uefa, mas também uma pendência entre Barcelona e Neymar, referente ao pagamento de um bônus previsto pela renovação de contrato. 

O clube espanhol tinha até a última segunda-feira para pagar cerca de 25 milhões de euros (R$ 92,5 milhões) a Neymar e seu pai, em cláusula prevista na renovação até 2021 assinada pelo brasileiro em 2016. O Barça, contudo, congelou esse pagamento, diante da iminente saída do atleta para o PSG.

Conforme já noticiado pelo ESPN.com.br, o brasileiro acertou contrato de cinco anos com o PSG, com ganhos líquidos de 30 milhões de euros (R$ 111 milhões) por ano.

 

Fonte: MSN

O jornal francês "L'Equipe" publicou em sua edição desta quinta-feira (27) que o PSG chegou a um acordo com o atacante Neymar sobre as condições contratuais e agora negocia com o Barcelona a liberação para o brasileiro completar a transferência.

A intenção do time parisiense, segundo a reportagem, é diminuir o valor de 222 milhões de euros, cerca de R$ 817 milhões, da cláusula de rescisão de contrato. O "L'Equipe" informa que, incluindo os salários do jogador -estimados em 30 milhões de euros líquidos por ano (R$ 110 milhões anuais, cerca de R$ 9 milhões por mês)- e outros gastos com taxas, a transferência poderia ultrapassar os 300 milhões de euros, cerca de R$ 1,1 bilhão, de dinheiro movimentado.

A reportagem apurou que o Barcelona ainda não recebeu uma proposta oficial e que ainda mostra otimismo pela permanência do jogador, que esteve presente nas duas partidas do clube na pré-temporada pelos Estados Unidos. O estafe de Neymar não comentou a notícia publicada pelo "L'Equipe".

Apesar do acerto entre PSG e Neymar, o jornal diz que "o jogo está longe de ser vencido" devido à resistência do Barcelona em negociar o atacante. A hipótese mais avaliada até agora pelo clube francês seria a de tentar fechar uma "transferência direta", que o exoneraria das taxas associadas.

O "L'Equipe" entrevistou um advogado especialista em direito esportivo francês, que explicou que o PSG sairia prejudicado se repassasse o dinheiro para que o próprio Neymar fizesse o depósito e rescindisse seu contrato.

"O PSG pagaria os impostos desse montante. Essas taxas representariam aproximadamente 50% do valor total", disse o advogado Thierry Granturco, que ressaltou que o processo é permitido na Espanha, mas não na França, motivo pelo qual o PSG pagaria mais em taxas.

O jornal ainda cita como exemplo o caso do jogador de handebol Nikola Karabatic, que trocou o Barcelona pelo PSG em 2015 por um valor superior ao 1 milhão de euros que estava descrito como multa rescisória. Os dois clubes poderiam, então, chegar a um acordo superior à atual cláusula, que satisfaça o Barcelona e não prejudique financeiramente o PSG.

"Quanto ao demais, tudo parece estar atado, ou quase, para fechar a grande transferência do século", destacou "L'Équipe", segundo o qual o clube francês e o jogador "estão totalmente de acordo sobre as condições contratuais da sua chegada a Paris". Com informações da Folhapress.

 

Fonte: Noticias Ao Minuto

A novela envolvendo Neymar está perto de chegar ao fim. Pelo menos é o que diz o jornal francês “L’Equipe”, que nesta quarta-feira (26) publicou novidades sobre a “transferência do século”. De acordo com a publicação, os franceses querem anunciar a contratação do brasileiro o mais rápido possível e pretendem concluir o processo até a próxima semana.

Aos 25 anos, Neymar tem contrato com o Barcelona até junho de 2021, com uma multa rescisória de 222 milhões de euros, algo em torno de R$ 815 milhões, quantia que o PSG está disposto a pagar pelo atacante da seleção brasileira.

 

Fonte: Noticias Ao Minuto

O Paris Saint-Germain, que por mais de uma vez tentou e não conseguiu tirar Neymar do Barcelona, fará uma nova investida para ter o brasileiro.

Segundo o site Goal, o clube francês agora oferecerá ao catalão a incrível bagatela de £222 milhões, algo em torno de R$ 787 milhões.

A obsessão por Neymar deve-se ao fato de o PSG ter perdido sua principal referência de ataque, o sueco Ibrahimovic, que transferiu-se para o Manchester United, e por ter negada uma tentativa por Cristiano Ronaldo.

 

Fonte: Noticias Ao Minuto

Receba nossa Newsletter


Para assinar nossa newsletter e você receber informações sobre as Promoções e novidades na Rádio RCN, basta digitar seu e-mail abaixo e pressionar o botão "Enter" do teclado.

 55 79 9 8141-3985