Tava lembrando aqui quando o Faustão chamou a Christina Aguilera no palco (sim, isso aconteceu!) e disse que ela era de Campinas. Daqui uns anos, o que será que ele vai dizer quando Anitta visitar o Domingão?!

A Rolling Stone gringa chamou de “cantora trilíngue” em uma matéria SUPER legal publicada no site da revista, em que ~apresenta a “próxima superstar Brasileira” e fala de todos os seus skills, em português, inglês e espanhol. “As expectativas são muito altas no Brasil, porque é raro que alguém tenha uma carreira internacional no pop”, afirmou a nossa Anira. “Meu país é muito grande e os números que eu alcancei lá são enormes. As vezes as pessoas esperam os mesmos resultados nos EUA. Só que eu tou trabalhando no mercado Brasileiro há sete anos, e comecei a trabalhar no mercado internacional um ano atrás. Claro que as coisas não serão mais rápidas, fáceis ou maiores do que foram no meu país. É questão de trabalhar pra isso. Tou começando do zero novamente. É outro começo. Mas fora do Brasil, é maravilhoso. Todo mundo me pergunta sobre o meu país, e eles tentam entender mais sobre a cultura Brasileira através do meu trabalho”.

“Eu gosto de tudo que me desafia. Não posso aceitar que algo é impossível”

Sabe aquele tweet que viralizou outro dia, sobre quando você transa com um gringo, você precisa mandar super bem porque tá representando todo um país?! Essa é a Anitta, mas no pop. Um cristal cultural!

Na matéria — que você pode ler na íntegra aqui, em inglês — Anitta explicou porque não lança nenhum álbum desde 2015 e porque, aparentemente, vai continuar sem fazer isso por algum tempo. “É uma missão e uma obrigação enormes. ‘Você precisa de 12 canções! Precisa fazer isso! Tem um deadline!’. Eu entendo o negócio — eu gerencio minha própria carreira por aqui. Mas eu penso que arte é arte. Quando tratamos disso, você precisa se focar em fazer algo bom, não pensar sobre todo o negócio”.

Nesse momento, por exemplo, Anitta está lidando com cobras… Ou algo assim. “Tou trabalhando no meu novo vídeo, Veneno — o que é uma loucura, porque eu tou cercada de cobras!”, afirma a cantora que outro dia lançou Medicina e agora já quer causar de novo. “Eu estive no estúdio com o Pharell e Rita Ora, e tenho conversado com a Dua Lipa também. Pra mim, fazer uma collab é uma questão de química e se o estilo deles encaixa com quem você é. Mas, no momento, eu quero mostrar mais de mim, mostrar que eu posso fazer algo sozinha e revelar minha personalidade. Esse ano que tou trabalhando mais em inglês, mas eu quero me fixar na indústria de língua espanhola”.

As parcerias com Pharell e Rita Ora não são exatamente novidade, porque a gente já a viu ao lado dos dois, em estúdios nos EUA, esse ano — e devem ser divulgadas logo mais, com essa ideia de trabalhar mais em inglês. Mas a conversa com a Dua Lipa, hein?! Vai dar o que falar… (Porque você fala e usa os lábios… KKKK… Entendeu?! HEIN?!)

Vamos ver o que vai acontecer, não dá pra saber ainda! Voltamos a qualquer momento com novas informações. ;)

 

Fonte: PapelPop

Receba nossa Newsletter


Para assinar nossa newsletter e você receber informações sobre as Promoções e novidades na Rádio RCN, basta digitar seu e-mail abaixo e pressionar o botão "Enter" do teclado.

 55 79 9 8141-3985